Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Silver Wing

The Silver Wing

A cegueira da mente

Olhos inúteis (1)

 

Quantas vezes já te avisaram para teres cuidado com isto ou com aquilo, e tu ignoraste?  Várias vezes, certo? Calma, não estás sozinho(a), faz parte da vida seguir por caminhos errados, é sinal que arriscamos, que achamos que estamos preparados para se algo correr mal, agarrar com toda a força o colete de salvação... Na verdade, estamos "cegos", só olhamos muitas vezes para os benefícios que tal atitude nos pode conduzir... Depois chega aquela fase a que eu chamo "bater literalmente com a cabeça na parede"! E é aí que acordamos, mas já a asneira está a feita...

 

Confesso que ao longo da minha vida, a "cegueira" da minha mente já me traiu muito. Para ser sincera, às vezes nem é tanto a mente que me traí, é mais o coração. Mas que seria de nós se não seguíssemos o nosso coração? Que sentido teria a vida sem quedas que nos fazem abrir os olhos? 

 

Não tenho medo das quedas, nem dos altos e baixos. Quando começo a achar que os meus pensamentos não me deixam ver e viver de um modo calmo e suave, afasto-me deles, ignoro-os, vivo o presente, o agora, o hoje! Treino a minha mente para que ela não me engane, é uma luta diária, é difícil, é desafiante... Mas cada vez mais acho que não devemos dar tanta importância àquilo que nos vem à cabeça, devemos estar mais atentos aos pequenos pormenores e energia que a vida nos oferece. Importa ser é feliz :)

 

 

 

 

 

#2 Desafio palavras [quase] perfeitas » E tu acreditas em magia?

Hoje é a última quarta-feira do mês e como tal venho responder ao desafio foi lançado pelo blogue "a vida não tem de ser perfeita" ♥ (http://avidanaotemdeserperfeita.blogspot.com), da autora Cris Loureiro. A ideia é publicar um post, na última quarta-feira de cada mês, sobre uma palavra. No mês de Janeiro a palavra foi "Acreditar", este mês a palavra é "Magia". 

 

 

magia

 

 

Sabes quando no inverno vais até à beira mar, ouves o som do mar e sentes ao de leve os pingos de água na tua face?

Sabes quando vês aquela pessoa que tanto gostas e parece que se formam borboletas que vão subindo do teu estômago até à tua garganta?

Sabes quando ouves aquela música preferida e te recordas de alguém especial e sentes um arrepio inexplicável?

Sabes quando encontras algo em casa que te faz lembrar algum momento especial e ficas a viajar no tempo?

Sabes quando revês aquelas fotografias antigas e te lembras dos momentos que já passaram e não voltam?

....

 

São momentos que geram em mim sentimentos que não se conseguem explicar e fazem parte da magia da vida. Vou ao encontro deles sempre que a energia me falta, e acredito que a energia que recebo é uma dádiva do universo, que nem sempre conseguo extrair a meu favor. 

 

É o vento que corre numa noite quente de verão, é o cheiro da terra molhada, é o toque da areia do mar molhada nos pés, é a energia dos raios de sol... É o sorriso de alguém especial para ti, é o som daquela tua música preferida...

 

Eu acredito na magia dos pequenos promenores, acredito na paz que eles me transmitem e na mensagem que trazem, porque se eu não acreditasse que a vida me consegue sorrir mesmo nos piores momentos, nunca encontraria a magia que ela me esconde.  

 

 

 

 

Pág. 1/4

A Autora

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Instagram @thesilverwingblog

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D